fisioterapiaLesõesTerapia ManualTratamentoDor no pescoço? Saiba como tratar - Clinica CDM

10 de maio de 20200

Como eliminar a cervicalgia crônica?

Cervicalgia pode ser definido como dor na região de pescoço, ombros e cabeça.

Não é uma doença em si, porém está relacionada a lesões musculares (exemplos como cefaléia tensional, tendinites, bursites) e também lesões articulares como unco artrose, esteófitos ou “bico de papagaio”, hérnias de disco, protusão, estenose, disfunção da articulação Temporo Mandibular, entre outras.

Em geral, ocorre em situações de estresse, sedentarismo, sobre carga de trabalho e má postura contínua.

 

Por que as pessoas sentem dor?

Você sabia que mais de 90% das doenças musculoesqueléticas são decorrentes de fraqueza muscular?

A falta de força é um pré-requisito mecânico, neural para promover lesão e dor. Assim, é necessário realizar um trabalho de reequilíbrio muscular por meio de um método seguro e comprovado cientificamente.

Com isso, conseguimos inibir a dor e prevenir lesões ou o agravamento de doenças mioarticulares.

 

Em academias e clubes, é raro ver um trabalho de fortalecimento específico para o pescoço, não é mesmo? Porque?

Porque demanda conhecimento específico e feito por profissional com amplo conhecimento. Há métodos que são mais apropriados para cada necessidade que você possa ter, como por exemplo o Método Professional Muscle Props.

 

Método Professional Muscle Props (PMP)

 

Esse método fisioterapêutico comprovadamente cientifico, criado pela fisioterapeuta com mestrado, doutorado e pós-doutorado na área de plasticidade muscular, Dra. Eliane Coutinho tem se mostrado muito eficiente e com resultados superiores, é o que afirma a profissional em fisioteratpia Dra. Iranilda Hoss.

As vantagens do método inclui, ser:

  1. Acessível – a fisioterapeuta corrige as disfunções, promove reequilíbrio neuromuscular, ensina e orienta para uma manutenção em sua casa, com acessórios simples e custo reduzido.
  2. Eficaz – nas primeiras sessões você perceberá um alívio, que com a continuidade torna- se duradouro;
  3. Reabilita – trata a origem do problema e a evolução clínica permite a alta fisioterapêutica;
  4. Condiciona – melhora desempenho nas atividades físicas e pode até promover hipertrofia;
  5. Previne lesões – promove flexibilidade, força e equilíbrio, com seu sistema muscular e articular adequado você pode exigir mais dele.

 

O tratamento com PMP pode ser dividido em três estágios:

Primeiro estágio: situações de muita dor local ou irradiada para a cabeça e braços, com ou sem restrição de amplitude de movimento e compressão de raiz nervosa. Nessa fase, o tratamento pode incluir recursos da eletrotermofototerapia e da terapia manual.

 

Segundo estágio: ganho de espaço articular e flexibilidade, liberação de fáscias e fortalecimento muscular. Aqui entra exercícios específicos e direcionados a cada objetivo.

 

Terceiro estágio: manutenção em casa, com exercícios para manter a flexibilidade e força. Os resultados podem ainda ser melhores se associado ao método pilates clínico científico.

 

Você sabia que “Flexibilidade por si só não previne lesões”?

Nossa musculatura necessita de fortalecimento regular e contínuo para que tenhamos uma vida com mobilidade, flexibilidade e força. Isso nos possibilita viver com qualidade de vida e boa produtividade.

Por isso, o método PMP é indicado para pessoas 40+, visto que a partir dessa idade, temos um déficit maior na musculatura devido ao processo natural de envelhecimento. Ademais, surgem muitas queixas e aparecimento de tendinopatias, ruptura parcial ou total de tendões no ombro, hérnias de disco na coluna cervical, agravam situações posturais como escolioses, hipercifose e retificação da cervical.

Tudo isso, causa dor, prejudica as atividade de vida diárias e qualidade do sono e o tratamento inclui  fortalecimento muscular específico que o método proporciona.

 

Leave a Reply

https://www.clinicacdm.com/wp-content/uploads/2019/06/logo-versao-2-clinica-cdim2.png

Visite nossas redes sociais:

Visite nossas redes sociais:

Copyright para Clinica CDM. Todos os direitos reservados.

Copyright para Clinica CDM. Todos os direitos reservados.