Fase 2 - Clinica CDM

A modulação da dor e processo inflamatório são tão importantes como os ajustes articulares e musculares. Para isso, temos várias técnicas e métodos que quando associadas produzem um melhor efeito terapêutico.

Para modular a dor e processo inflamatório, temos recursos da eletrotermofototerapia.
As correntes elétricas atuam bloqueando os sinais de dor para o cérebro e assim, são ferramentas importantes no alívio da dor. O laser de baixa potência atua na respiração celular, podendo modular o processo inflamatório e conduzir para regeneração tecidual.
Por fim, o ultrassom que age por meio de ondas mecânicas chega a tecidos mais profundos como tendões, ligamentos e ossos.

Os  ajustes articulares e fasciais  podem ser alcançados com testes e manobras da quiropraxia para a identificação e correção da lesão. A liberação miofascial feita de forma passiva, contribui para melhor mobilidade e nutrição muscular. Assim como o raciocínio clínico por meio de outros recursos da terapia manual devem ser aplicado para relaxamento da musculatura, desativação de pontos dolorosos, quebra de aderências/fibroses, melhor irrigamento sanguíneo, deslizamento articular e muscular.

 

 

 

Leave a Reply

https://www.clinicacdm.com/wp-content/uploads/2019/06/logo-versao-2-clinica-cdim2.png

Visite nossas redes sociais:

Visite nossas redes sociais:

Copyright para Clinica CDM. Todos os direitos reservados.

Copyright para Clinica CDM. Todos os direitos reservados.